Mitos e Verdades sobre o Glifosato

O glifosato é um dos herbicidas mais seguros e eficientes no mercado. Criado há 40 anos e utilizado para controlar plantas daninhas em mais de 160 países, o produto é também um dos agroquímicos mais estudados na história. Saiba o que é mito e o que é verdade sobre ele.

  • Roundup é glifosato?

    VERDADE. Roundup é a marca comercial da linha de herbicidas à base de glifosato da Monsanto, mas dezenas de outras empresas produzem e comercializam produtos à base do glifosato sob vários nomes. O glifosato é um produto genérico e em domínio público.

  • O glifosato contamina a água e o solo?

    MITO. No solo e na água, o glifosato é rapidamente degradado por microrganismos, se decompondo em moléculas comuns na natureza. Tanto que é um dos únicos herbicidas usados para o controle de plantas invasoras em áreas de preservação como o parque das Ilhas Galápagos.

  • O glifosato contamina o leite materno?

    MITO. O glifosato não se acumula no corpo humano, portanto não oferece riscos às mães e seus bebês. Além disso, o efeito do glifosato funciona sobre uma enzima produzida apenas por plantas, e não por animais, como o homem. Um estudo recente não detectou glifosato no leite materno.

  • O glifosato fica retido no corpo humano e se acumula na urina?

    MITO. Estudos mostram que, em caso de exposição,o glifosato é rapidamente eliminado do organismo pela urina. O Instituto Federal de Avaliação de Risco da Alemanha (BfR) recentemente avaliou dados de resíduos de glifosato na urina em sete estudos publicados e concluiu que os níveis encontrados estão claramente abaixo de qualquer nível que possa ser considerado preocupante para a saúde.

  • O glifosato é tóxico?

    MITO. Como todo produto químico, quando usado de acordo com as recomendações técnicas e as indicações das bulas e rótulos dos produtos, o glifosato é seguro para o agricultor, o meio ambiente e a saúde humana e animal.

  • O glifosato causa câncer?

    MITO. O glifosato inibe uma enzima que é essencial para o crescimento das plantas, mas que não é encontrada em seres humanos ou outros animais, o que contribui para o baixo risco à saúde. As agências regulatórias mais exigentes do mundo e a Assembleia Conjunta sobre Resíduos de Pesticidas da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) concluíram que não há evidência de que o glifosato cause câncer.

  • O glifosato causa autismo?

    MITO. As principais agências internacionais de saúde asseguram que não há evidências de efeitos neurotóxicos associados ao glifosato.

  • O glifosato pode causar 25 doenças?

    MITO. Essa informação surgiu a partir de um artigo opinativo, sem embasamentos ou referências científicas comprovadas. Nenhuma associação do glifosato com essas doenças é apoiada por testes de toxicologia, experimentação ou observações. Centenas de estudos já foram realizados sobre a segurança do glifosato e avaliados pelas agências regulatórias dos diversos países onde o produto é comercializado, sem ligação entre o glifosato e qualquer doença.

  • O glifosato pode causar infertilidade masculina?

    MITO. Nenhum dos estudos científicos sobre o glifosato registrou qualquer associação do produto com infertilidade masculina. O glifosato é um produto seguro sempre que respeitadas as orientações do fabricante e a legislação vigente.

  • O glifosato é o agrotóxico mais usado no mundo?

    VERDADE. Devido a sua eficiência e seu baixo risco, o glifosato é usado para o controle de plantas daninhas há 40 anos, em cerca de 160 países, sendo um herbicida fundamental para a sustentabilidade do plantio direto.

  • O glifosato ameaça a vida dos animais silvestres?

    MITO. DO glifosato atua sobre uma enzima produzida apenas pelas plantas, e não pelos animais, o que contribui para o seu baixo risco para a saúde humana e animal. Além disso, estudos feitos em animais mostram que a retenção de glifosato em tecidos é mínima, e que, em caso de exposição do corpo ao glifosato, o mesmo é rapidamente eliminado pela urina.

  • O glifosato pode ser usado em jardins e áreas urbanas?

    VERDADE., mas desde que o produto esteja registrado para esse uso e desde que seguidas as orientações da bula e do rótulo. No Brasil, por exemplo, não há registro de herbicidas à base de glifosato para uso em jardinagem e áreas urbanas. Em vários outros países isso é uma realidade e os produtos à base de glifosato específicos para jardinagem são amplamente utilizados pelas pessoas e pelos serviços públicos para conservação de áreas verdes.

  • O glifosato está sendo banido de outros países?

    MITO. O glifosato é comercializado em mais de 160 países e não há país no mundo no qual o produto não esteja sendo comercializado por motivos de ordem toxicológica ou ambiental.

  • O glifosato causa microcefalia em bebês?

    MITO. A segurança do glifosato é documentada por um dos maiores bancos de dados científicos já compilados sobre um produto agrícola, sendo que centenas de estudos foram conduzidos e também avaliados por agências regulatórias de todo o mundo. Esses estudos não mostram ligação entre o glifosato e qualquer doença, entre elas a microcefalia.