Sojicultores brasileiros visitam Farm Progress Show, nos EUA

31/08/2012

Maior feira agrícola americana recebeu produtores brasileiros, que conheceram novidades e trocaram conhecimento sobre o agronegócio

Um dos pontos altos da viagem dos 34 agricultores brasileiros que venceram o programa “Maior Produtividade e Melhores Práticas Intacta RR2 PRO™” aconteceu nesta quinta-feira (30), com a visita do grupo à 59ª edição da Farm Progress Show, uma das maiores feiras agrícolas do país. Neste ano, o evento aconteceu de 28 a 30 de agosto, na cidade de Boone (Iowa), e recebeu cerca de 200 mil pessoas.

Em uma área de 340 mil m² para exibição e outros 1,2 milhão de m² para demonstrações, o evento contou com a participação de companhias dos segmentos de maquinário agrícola, tecnologia de manejo, proteção de cultivos, sementes e genética. A estrutura surpreendeu os produtores brasileiros e deixou boas impressões. Segundo Gustavor Baer, da Agropecuária Ipê, de Campo Mourão (PR), a mecanização para todas as etapas do plantio foi o destaque. “Estamos bastante próximos à realidade americana no setor de máquinas. Sobre o segmento de sementes, ficamos com grande expectativa com as novas tecnologias que vimos”, disse.

Nos estandes da Monsanto, os brasileiros participaram de palestra sobre o programa de pesquisa e desenvolvimento da empresa para conhecer as novidades que chegarão aos campos em breve, souberam as tecnologias e opções que a Monsanto oferece ao agricultor americano e visitaram demonstrações de novos produtos, manejo de ervas daninhas, insetos e doenças. “A agricultura brasileira evoluiu muito e já nos equiparamos aos americanos com relação à produtividade. Saber que há empresas investindo em biotecnologia e nos ajudando a cumprir a meta de produzir mais nos deixa satisfeitos”, contou Plínio Destro, produtor da região de Cascavel (PR).

Outro destaque, lembrado pelo produtor Sérgio Rubin, da Agropecuária dos Plátanos, que cultiva nas regiões gaúchas de Júlio de Castilhos e Tupanciretã, foi a oferta de várias empresas de profissionais que falavam português para atender aos brasileiros que visitavam a feira. “Isso reforça a importância da agricultura brasileira, também nos EUA”. Segundo Rubin, a visita valeu também para ampliar seu conhecimento na agricultura de precisão. “Essa tendência já está sendo bem explorada nos EUA. Há várias empresas utilizando a precisão, seja no plantio ou na colheita”, comentou.

Na sexta-feira, último dia de atividades, o grupo segue viagem para Chicago (Illinois), quando visita a Bolsa de Mercadorias de Chicago, onde são negociadas as principais commodities agrícolas do mundo.

Conheça a Intacta RR2 PRO™ e o concurso “Maior Produtividade e Melhores Práticas”

Os produtores que estão nos EUA fazem parte do programa “Os Eleitos”, lançado na safra 2011-2012 pela Monsanto para selecionarem, juntos, as variedades que serão lançadas com a nova tecnologia Intacta RR2 PRO™. No projeto, 500 agricultores de 275 municípios espalhados por 10 estados (Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia, Goiás e Bahia) e no Distrito Federal plantaram a soja Intacta RR2 PRO™ lado a lado com campos com a tecnologia Roundup Ready em suas propriedades.

Desses 500 sojicultores, 34 se destacaram por terem observado todos os protocolos de gestão responsável da tecnologia, plantio de refúgio e orientações do Sistema Roundup Ready Plus, além de conseguirem os melhores resultados de produtividade nas áreas plantadas.

Graças à parceria e à participação desses agricultores pioneiros foram comprovados, mais uma vez, os três benefícios proporcionados pela nova tecnologia: resultados de produtividade sem precedentes, devido a tecnologias avançadas de mapeamento genético, seleção e inserção de genes em regiões do DNA com potencial impacto positivo na produtividade; proteção contra as principais lagartas que atacam a cultura da soja; e tolerância ao glifosato proporcionada pela tecnologia Roundup Ready. Testes de campo e ensaios de laboratório realizados pelos especialistas da Monsanto evidenciaram que, além de eficaz contra as três principais lagartas que atacam a cultura da soja – a lagarta da soja (Anticarsia gemmatalis), as lagartas falsas medideiras (Pseudoplusia includens e Rachiplusia nu) e a broca das axilas, também conhecida como broca dos ponteiros (Crocidosema aporema) – a proteína Bt (Cry1Ac) presente na soja INTACTA RR2 PRO™ também permite o controle da lagarta das maçãs (Heliothis virescens), praga primária na cultura do algodão e que, na última safra, causou danos entre os sojicultores daquelas regiões onde o plantio de algodão é mais expressivo (MT, MS, GO e BA).

Os resultados obtidos nos testes de campo com os 500 agricultores indicaram que a soja INTACTA RR2 PRO™ proporcionou benefícios em média de R$ 346,91 por hectare aos sojicultores no Brasil. A média é uma somatória da economia proporcionada pela redução do uso de inseticidas nas lavouras (R$ 70,13/ha) e os ganhos de produtividade proporcionados pelas 6,59 sacas/hectare (R$ 276,78) colhidas a mais em relação às variedades referenciais na região.

Mais informações:

www.monsanto.com.br

http://twitter.com/monsantobrasil

www.youtube.com/monsantobrasil

www.facebook.com/monsantobrasil

Informações para a imprensa

CDI Comunicação Corporativa

Sílvia Sibalde (11) 3817-7989 – silvia@cdicom.com.br

Everton Vasconcelos (11) 3817-7947 – everton@cdicom.com.br