Projeto de voluntariado em educação financeira da Monsanto forma primeira turma em São Paulo

05/12/2012

Investir Vale a Pena ensina jovens de baixa renda sobre carreira e empreendedorismo

Na semana em que acontece o Dia Internacional do Voluntariado, celebrado em 5 de dezembro, o projeto Investir Vale a Pena, uma parceria da Monsanto com a Associação Programa Educar e a United Way Brasil, organização global especializada em voluntariado estratégico e parceira da empresa em seu Comitê de Voluntariado, formará a primeira turma. Vinte e quatro jovens de baixa renda, de 16 a 18 anos, que participam do curso de educação financeira irão se formar na próxima sexta-feira (7 de dezembro) em São Paulo. As aulas, que tiveram início em agosto, são ministradas por 43 funcionários da Monsanto que se revezam e acontecem toda semana na sede da empresa. A duração dos encontros é de três horas e os temas ensinados incluem noções de matemática, empreendedorismo, finanças pessoais, ética e responsabilidade social.

O Investir Vale a Pena faz parte do programa de voluntariado da Monsanto que tem como missão investir em pessoas por meio de ações sociais que contribuam para o desenvolvimento da comunidade. A empresa promove desde campanhas de doações até atividades voluntárias dos funcionários com as comunidades próximas às unidades.. “Nosso objetivo com o Investir Vale a Pena, além de passar conhecimentos técnicos, é inspirar esses jovens a construir um futuro melhor para eles e suas famílias”, explica Ana Resende, gerente de Estratégia da Monsanto e uma das coordenadoras do projeto.

O papel da unidade Brasil da associação United Way é fazer o elo entre voluntários de diversas empresas e o terceiro setor. “Nossa função é articular recursos humanos, financeiros e materiais e direcioná-los às áreas de educação, geração de renda e saúde”, explica Paula Crenn Pisaneschi, gerente Administrativo Financeiro e Voluntariado da United Way Brasil. Os colaboradores que se candidataram para ministrar as aulas voluntariamente receberam treinamento da United Way e utilizam como apoio um caderno de atividades padrão. “É gratificante ver no rosto dos alunos o interesse pelas aulas e, mais do que isso, perceber que eles sentem que podem conquistar um futuro melhor”, ressalta Ângela Oliveira, supervisora de Serviço ao Cliente da Monsanto e uma das professoras voluntárias.

A seleção dos participantes é feita pela Associação Programa Educar, instituição indicada pela United Way que oferece, gratuitamente, cursos profissionalizantes certificados pelo SENAI aos jovens de baixa renda. O projeto Investir Vale a Pena compõe o curso de assistente administrativo e geral ministrado na associação. “Ao participar desse programa e frequentar as aulas na empresa, o jovem tem a oportunidade de ter contato com profissionais do mercado e trocar experiências. Além disso, após a conclusão do curso, o jovem é inserido em empresas como aprendiz”, explica Edvaldo Magalhaes, coordenador geral da Associação Programa Educar. Para frequentar as aulas de finanças na Monsanto, os alunos recebem apoio de transporte, alimentação e material didático.

Como resultado do curso, os jovens aplicam em sua rotina os ensinamentos passados pelos professores. “Aprendi na aula de crédito que poupar é o segredo, então ensino a minha mãe e meus amigos a guardar o dinheiro. Agora sei que quando tiver mais dinheiro, vale a pena investir em uma poupança para render e não ficar parado”, conta Lucas Oliveira, 18 anos, um dos alunos. Dayane de Jesus Candido, de 16 anos, também utilizou na prática o aprendizado. “Com esse curso, a gente aprende a administrar a própria vida e investir naquilo que vale a pena. Em vez de comprar roupas que vou acabar nem usando, eu guardei dinheiro e agora vou conseguir viajar no final do ano”, conta a estudante.